Blog


Perfumes também têm tudo a ver com a estação

Perfumes também têm tudo a ver com a estação 1

É verão, até 20 de marco! Neste período, é normal aumentar a preocupação com os cuidados da pele, principalmente para aqueles que irão curtir a estação fora de casa, na praia, no clube, etc.

É fundamental, inclusive, o uso do filtro solar, hidratantes, sabonetes adequados ao tipo de pele.

Mas o que não te contaram, muito provavelmente, é que os perfumes também têm tudo a ver com a estação.

Por exemplo, para dias mais quentes, recomenda-se o uso de fragrâncias mais leves. Os florais estão em alta, junto com os cítricos e os aquáticos. Além de serem mais suaves, aumentam a sensação de frescor.

Para os homens, a dica é o F1 Black Premium Mary Life. Exuberante por combinar maçã e frutas cítricas com temperos quentes e flores de jasmim, é um perfume atraente e misterioso, recomendado para homens destemidos que não abrem mão de sua liberdade.

Blue Daisy é o queridinho delas para o verão. A suavidade de acordes, inspirados em flores neutras e água de coco, definem-no como um perfume sutil e notavelmente delicado, ideal para o dia a dia.

Curtiu? Então, conheça nossa linha completa de perfumes e escolha o seu favorito.


Compartilhe

Que tal curtir o verão sem se preocupar com a pele? Confira nossas dicas.

Apesar das variações climáticas e dos períodos chuvosos, um cuidado não pode jamais passar despercebido nesta época do ano: a saúde e os cuidados com a pele no verão.

No hemisfério sul, a estação começou em 22 de dezembro e vai até 20 de março de 2020 

O Brasil é um dos países com maior incidência solar do mundo – o ano inteiro – e isso, claro, serve de alerta para redobrar a atenção com a saúde, ainda mais no verão.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda que sejam usadas roupas e acessórios que bloqueiam a radiação UV (ultravioleta) na pele. São indicados o uso de chapéus e vestimentas com tecido de algodão para as áreas ao ar livre.

A dica de ouro, no entanto, está relacionada ao uso do filtro solar, que deve ser aplicado diariamente, e não apenas durante as atividades ao ar livre.

“Os produtos com fator de proteção solar (FPS) 30, ou superior, são recomendados para uso diário e também para a exposição mais longa ao sol (praia, piscina, pesca, etc.). O produto deve proteger contra os raios UVA (indicado pelo PPD) e contra os raios UVB (indicado pelo FPS). [O ideal é] aplicar o produto 30 minutos antes da exposição solar, para que a pele o absorva. Distribuí-lo uniformemente em todas as partes de corpo, incluindo mãos, orelhas, nuca e pés, aplicando a cada duas horas. Porém, atenção, esse tempo diminui se houver transpiração excessiva ou se entrar na água”, alerta a SBD.

Uma alternativa para quem quer garantir a proteção imediata é o Solar Off, filtro solar da linha Mary Life. Disponível nas formatos com 120 e 200 g, com FPS 30 e 60, o produto é livre de óleos e hipoalergênico.

Também garante proteção contra os raios UVA (que causam o envelhecimento precoce e, em alguns casos, câncer de pele) e UVB (que causam queimaduras e também, em alguns casos, podem ocasionar câncer de pele. E, para melhorar ainda mais, é resistente à água e não causa acne.

Pronto! Agora é só colocar Solar Off na mala, ficar atento aos cuidados com a pele e curtir a primeira estação de 2020.

 


Compartilhe

Higiene íntima no verão: a liberdade para curtir a estação

No verão, as temperaturas mais altas e a umidade, características da estação, podem representar um desafio à saúde íntima da mulher. Por isso, é fundamental a atenção a algumas dicas para aproveitar com muito mais liberdade a estação mais ensolarada do ano.

  1. Segundo a Associação de Ginecologistas e Obstetras de Minas Gerais (SOGIMIG), o uso de calcinhas de tecido sintético e trajes apertados acaba ocasionando mudanças do ambiente ginecológico, por deixar a área abafada. Isso faz com que a temperatura e a umidade fiquem elevadas e causem o desequilíbrio da flora vaginal.
  2. Usar por muitas horas o biquíni ou o maiô molhados pode contribuir para a proliferação de bactérias e favorecer o desenvolvimento de doenças como candidíase, tricomoníase e vaginose bacteriana. 
  3. É importante, ainda, optar por tecidos naturais e roupas mais leves.

Por outro lado, “a falta ou o excesso de higiene íntima podem ser prejudiciais à saúde da vagina, desequilibrando o grau de acidez (PH) que controla a ação de bactérias, consequentemente, resultando em inúmeras doenças”, alerta a Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP). Enquanto o descuido pode ocasionar doenças, o excesso pode colocar em risco a proteção natural da vagina, deixando-a exposta a ataques de germes.

Ainda de acordo com a SOGESP, a limpeza ideal deve ser feita com sabonete íntimo hipoalergênico. “Com uma pequena quantidade de sabonete nas pontas dos dedos, suaves movimentos circulares devem contemplar todas as dobras, seguida de enxágue abundante com água corrente para a retirada dos resíduos. Uma toalha seca e limpa, finaliza a higienização”, recomenda.

Você sabia? 

A Bio Instinto possui uma linha completa de sabonetes íntimos líquidos com 16 aromas diferentes. Além de proporcionar sensação de limpeza prolongada, mantendo o PH íntimo equilibrado por 24 horas, eles possuem fórmulas aprovadas por dermatologistas e ginecologistas. Se ainda não conhece, entre em contato conosco!


Compartilhe

Copyright © 2020 Bio Instinto. Todos os Direitos Reservados

AFIXAR